NOTÍCIAS

Anoreg-BR – Especialistas em liderança afirmam que o PQTA desafia líderes e equipes das serventias extrajudiciais na busca por melhorias
26 DE NOVEMBRO DE 2021


A segunda palestra do Encontro da Qualidade Anoreg, promovido pela Associação de Notários e Registradores do Brasil (Anoreg-BR), nesta quinta-feira (25/11), abordou o tema “Liderança e Equipe” nos cartórios extrajudiciais.

A apresentação ficou por conta da registradora de Imóveis em Londrina e doutoranda em Ciências Jurídicas, Caroline Feliz Sarraf Ferri, e da diretora do grupo Txai, Denise Fernandes da Cruz, enquanto a moderadora da mesa foi a diretora executiva da Anoreg-BR, Fernanda de Almeida Abud Castro.

Na ocasião, a registradora Caroline Feliz Sarraf Ferri ressaltou a função do líder de influenciar pessoas com o foco nas metas das organizações. Nesse sentido, segundo ela, as premiações do Prêmio de Qualidade Total Anoreg/BR (PQTA) desafiam líderes e equipes na busca de melhorias pela qualidade da prestação dos serviços extrajudiciais à sociedade.

“O papel dos gestores das serventias é conduzir pessoas a um objetivo. Sempre participei do PQTA em razão do sentimento de valorização, da autoestima, da simbologia criada com o reconhecimento do trabalho da equipe. É isso que o PQTA faz: muda a autoestima de todos nos cartórios”, afirmou ela, que contou sobre a vivência que teve com as lideranças e equipes das serventias extrajudiciais ao longo dos últimos 12 anos.

Durante a apresentação, Caroline Feliz Sarraf Ferri listou as principais características que precisam ser desenvolvidas pelo líder. “O papel dos gestores das serventias é conduzir pessoas a um objetivo. Todos os líderes têm uma visão inspiradora, como de estar no PQTA e, antes disso, de organizar os procedimentos da casa. Outro ponto importante é ser íntegro para a equipe confiar e seguir esse líder, quem precisa ter autoconhecimento e confiança em si”, informou.

Criatividade, positividade, resiliência e resistência frente aos desafios foram mais algumas características mapeadas, além de manter o grupo unido diante de uma proposta, dedicar o tempo na preparação das pessoas, ajustar o contexto ao propósito, causar mudanças e saber lidar com as emoções.

A moderadora do evento, Fernanda de Almeida Abud Castro, falou sobre a necessidade do líder ter um olhar mais profundo da gestão das serventias extrajudiciais, além da importância de manter a equipe unida. “Oriento os cartórios que não tiveram oportunidade de se inscrever no PQTA, que revejam os requisitos com mais tranquilidade no site da Anoreg Brasil. É importante eles se prepararem e adequarem à premiação no próximo ano”, sugeriu.

A diretora do grupo Txai, parceria dos cartórios extrajudiciais brasileiros no treinamento de notários e registradores, Denise Fernandes da Cruz, reforçou que os líderes precisam impulsionar o cartório a prestar os serviços extrajudiciais de forma inovadora. “É preciso entregar o serviço com segurança jurídica, rapidez e gerar satisfação para as pessoas. Hoje, a entrega precisa ser mais rápida e assertiva. Os cartórios que não fizerem esse movimento serão substituídos”, afirmou a estudiosa no assunto.

Segundo ela, quem está a frente desse movimento é o líder, quem precisa estar em processo de evolução. “Em contrapartida, a equipe vem junto uma vez que a liderança é admirada e traz resultado. Portanto, o líder precisa comunicar, olhar para si e se conhecer”, apontou.

Para isso, primeiro é necessário conhecer as habilidades adquiridas. “Alguns líderes são mais executores enquanto outros são planejadores, ou mais comunicadores e analíticos. Os treinamentos de liderança ajudam o líder a olhar para si e constatar que precisam suprir deficiências, por exemplo, com a contratação de outros profissionais, com o objetivo de entregar os serviços extrajudiciais de forma mais rápida e segura”, informou.

Depois da palestra “Liderança e Equipe” ocorreu a entrevista exclusiva de melhores práticas às 15horas. Para fechar a programação, durante a noite, aconteceu a premiação do PQTA e do PNA às 19 horas. Os eventos foram realizados de maneira remota pelo canal do Youtube da Anoreg-BR (www.youtube.com/c/AnoregBrasil).

Fonte: Assessoria de Comunicação Anoreg-BR

Outras Notícias

Anoreg RS

Parecer e despacho CGJ-RS 21/01/2022
21 de janeiro de 2022

Leia o despacho da CGJ-RS, que foi apreciado a partir dos fatos levados pela Associação dos Notários e...


Anoreg RS

Instrução Normativa DREI/ME Nº 112/2022 altera leis no que tange ao Registro Público de Empresas Mercantis
21 de janeiro de 2022

Dispõe sobre as alterações promovidas pela Lei Complementar nº 182, de 1º de junho de 2021, Lei nº 14.193, de...


Anoreg RS

Projeto permite que condomínios residenciais adquiram personalidade jurídica
21 de janeiro de 2022

Objetivo é resolver problemas burocráticos que alguns deles têm enfrentado, como dificuldade para compra e...


Anoreg RS

Artigo – Sou filho único. Preciso mesmo abrir um inventário?
21 de janeiro de 2022

Inventário é a abertura de um processo judicial ou extrajudicial, no qual é feita a descrição de todos os bens...


Anoreg RS

O falecido deixou apenas bens particulares. Tendo união estável, tenho direito nessa herança?
21 de janeiro de 2022

Os bens particulares são aqueles que não são comuns ao casal


Anoreg RS

Artigo – Impactos da medida provisória 1.085/21 na contagem dos prazos nos registros públicos
21 de janeiro de 2022

Alterações promovidas no art. 9º da LRP, com a inserção de três parágrafos que versam sobre a contagem dos...


Anoreg RS

Mães poderão registrar com dupla maternidade filho fruto de inseminação caseira; decisão cita Enunciado IBDFAM
20 de janeiro de 2022

Duas mulheres, casadas desde 2020, realizaram no início de 2021 um procedimento de fertilização em clínica de...


Anoreg RS

Jornal Contábil – Nova lei da recuperação judicial abrange também os produtores rurais!
20 de janeiro de 2022

Safra 2021/22 será a primeira em que agricultores terão, desde o começo do cultivo, recurso que garante fôlego...


Anoreg RS

IRIB recebe sugestões de emendas à MP n. 1.085/2021
20 de janeiro de 2022

Contribuições poderão ser enviadas por qualquer Registrador Imobiliário ao e-mail específico.


Anoreg RS

“Muitas pessoas transgêneras, por desinformação, por falta de recursos ou mesmo por simples desleixo, ainda não se valeram dos benefícios da desjudicialização”
20 de janeiro de 2022

No mês da visibilidade trans, o Irpen/PR conversou com Letícia Lanz, especialista em Gênero e Sexualidade e...