NOTÍCIAS

Anoreg-BR – Maria Aparecida Bianchin concede entrevista ao Encontro de Qualidade Anoreg sobre qualidade da gestão
26 DE NOVEMBRO DE 2021


A trajetória profissional da diretora da Qualidade da Anoreg-BR, Maria Aparecida Bianchin, começou na sala de aula, quando a então professora do ensino básico aprendeu a fazer planejamento diário.  Registradora desde 1994, quando foi aprovada no primeiro concurso, ela carrega uma história de sucesso na qual deixa o legado da valorização do colaborador e do engajamento das equipes, entre várias outras boas práticas de gestão.

Esses são alguns dos temas tratados pela diretora da Qualidade da Anoreg-BR durante entrevista exclusiva, conduzida pela diretora da Associação Portuguesa de Certificação – APCER Brasil, Alessandra Gaspar Costa, no Encontro da Qualidade da Anoreg-BR. A conversa aconteceu na última quinta-feira (25/11), às 15 horas, transmitida no canal da Anoreg-BR no Youtube. Assista a entrevista completa aqui. (https://www.youtube.com/watch?v=MCFqvucJT2c)

Durante a conversa, Maria Aparecida Bianchin contou que a sua formação foi baseada no planejamento, ferramenta que escolheu desde que migrou para o exercício da carreira registral no estado do Mato Grosso. “Entrei em um cartório que precisava de muita gestão, precisei selecionar equipe, organizar a documentação, planejar acervo e informatizar. Entendi que o principal mote e potencial que deve existir em qualquer instituição é a equipe de trabalho. Mesmo que a sua equipe seja só você, precisa se dedicar ao planejamento como se fosse para várias pessoas e sempre visando algo a frente, com objetivos mediatos e imediatos”, afirmou.

A primeira vez que decidiu participar do Prêmio de Qualidade Total da Anoreg (PQTA), à frente de um pequeno cartório da cidade de Poxoréu, no Mato Grosso, ela se preparou para prestar um bom atendimento na serventia extrajudicial, baseado na satisfação do cliente. “Quero atender, e também que minha equipe atenda, como qualquer um de nós quer ser atendido. Entrei no PQTA com a intenção de me autoavaliar e, no primeiro ano, fiquei chocada com o resultado. Naquela época, a categoria máxima era a Ouro e meu cartório ficou em segundo lugar em nível nacional. Isso me deu a certeza de que era possível participar do PQTA mesmo sendo um cartório pequeno e ter um movimento no Mato Grosso relacionado à melhoria dos nossos serviços”, disse.

Em 2013, Maria Aparecida Bianchin foi eleita presidente da Anoreg Mato Grosso, com a missão de fomentar o planejamento estratégico na diretoria da instituição e implantar um programa de qualidade de gestão acessível a todos os cartórios do estado. “Nem todos são formados na área de gestão e administração, portanto, não implantam justamente por desconhecimento. Então, a diretoria ofereceu treinamento por várias cidades pólos do estado. Criamos um prêmio estadual tipo o PQTA. Em 2014, ingressamos no sistema do prêmio nacional da qualidade”, lembrou.

Mais programas de treinamento, de educação continuada e de premiações locais ocorreram nos anos seguintes. “Em 2016, tínhamos uma programação intensa de cursos, a cada 15 dias, de maneira que os cartórios que participaram permaneceram e trouxeram outros. Isso mostra a importância de persistir, o mérito não está só em participar e ter um reconhecimento, ou seja, de você e sua equipe atendar a normas internacionais e os requisitos do PQTA. Mas está em persistir. Qualidade não é algo em que se chega no ápice e fica tudo estruturado. Sempre surge novas demandas e necessidades para que o seu serviço seja cada vez mais aperfeiçoado”, afirmou a diretora da Qualidade da Anoreg-BR.

Durante a entrevista, Alessandra Gaspar Costa reforçou que o desafio de buscar dos cartórios está na manutenção do sistema e da qualidade. E relembrou que a diretora da Qualidade da Anoreg-BR sempre esteve dedicada a ter um time muito coeso e alinhado. “Engajamento também é motivo de planejamento”, endossou.

Maria Aparecida Bianchin frisou ser primordial valorizar o colaborador, o que não significa ter que contemplar com prêmio em dinheiro. “Meu programa de valorização do colaborar está sempre alinhado com o conhecimento, oferecimento de cursos constantes. Mas a valorização se passa por planos de saúde, contemplar com bônus e prêmios. O principal acontece porque há engajamento, isso ocorre quando conseguimos fazer com que a equipe faça parte da missão, da visão e congregue dos valores que o seu estabelecimento e instituição elegeu”, apontou.

Ao longo do ano, Maria Aparecida Bianchin também aprendeu a dar mais autonomia para os colaboradores, sabendo identificar as aptidões de cada um e inserindo no setor correspondente.  “É preciso acompanhar constantemente a sua equipe e identificar o grau de desconforto de cada um em diferentes papéis”, recomendou.

Depois da entrevista exclusiva de melhores práticas, durante a noite, aconteceu a premiação do PQTA e do PNA às 19 horas. Os eventos foram realizados de maneira remota pelo canal do Youtube da Anoreg-BR (www.youtube.com/c/AnoregBrasil).

Fonte: Assessoria de Comunicação da Anoreg-BR

Outras Notícias

Anoreg RS

Parecer e despacho CGJ-RS 21/01/2022
21 de janeiro de 2022

Leia o despacho da CGJ-RS, que foi apreciado a partir dos fatos levados pela Associação dos Notários e...


Anoreg RS

Instrução Normativa DREI/ME Nº 112/2022 altera leis no que tange ao Registro Público de Empresas Mercantis
21 de janeiro de 2022

Dispõe sobre as alterações promovidas pela Lei Complementar nº 182, de 1º de junho de 2021, Lei nº 14.193, de...


Anoreg RS

Projeto permite que condomínios residenciais adquiram personalidade jurídica
21 de janeiro de 2022

Objetivo é resolver problemas burocráticos que alguns deles têm enfrentado, como dificuldade para compra e...


Anoreg RS

Artigo – Sou filho único. Preciso mesmo abrir um inventário?
21 de janeiro de 2022

Inventário é a abertura de um processo judicial ou extrajudicial, no qual é feita a descrição de todos os bens...


Anoreg RS

O falecido deixou apenas bens particulares. Tendo união estável, tenho direito nessa herança?
21 de janeiro de 2022

Os bens particulares são aqueles que não são comuns ao casal


Anoreg RS

Artigo – Impactos da medida provisória 1.085/21 na contagem dos prazos nos registros públicos
21 de janeiro de 2022

Alterações promovidas no art. 9º da LRP, com a inserção de três parágrafos que versam sobre a contagem dos...


Anoreg RS

Mães poderão registrar com dupla maternidade filho fruto de inseminação caseira; decisão cita Enunciado IBDFAM
20 de janeiro de 2022

Duas mulheres, casadas desde 2020, realizaram no início de 2021 um procedimento de fertilização em clínica de...


Anoreg RS

Jornal Contábil – Nova lei da recuperação judicial abrange também os produtores rurais!
20 de janeiro de 2022

Safra 2021/22 será a primeira em que agricultores terão, desde o começo do cultivo, recurso que garante fôlego...


Anoreg RS

IRIB recebe sugestões de emendas à MP n. 1.085/2021
20 de janeiro de 2022

Contribuições poderão ser enviadas por qualquer Registrador Imobiliário ao e-mail específico.


Anoreg RS

“Muitas pessoas transgêneras, por desinformação, por falta de recursos ou mesmo por simples desleixo, ainda não se valeram dos benefícios da desjudicialização”
20 de janeiro de 2022

No mês da visibilidade trans, o Irpen/PR conversou com Letícia Lanz, especialista em Gênero e Sexualidade e...