NOTÍCIAS

Supremo apresenta parcerias para ações e projetos contra desinformação
18 DE MAIO DE 2022


O Supremo Tribunal Federal (STF) apresenta nesta quarta-feira (18/5), às 11h30, as ações do Programa de Combate à Desinformação. Com apoio dos parceiros, o STF promoverá projetos educativos e de esclarecimento das funções do tribunal, além de combater práticas que afetam a confiança das pessoas na Justiça e colocam em risco direitos fundamentais e a estabilidade democrática.

Criado em agosto de 2021, o programa tem 35 parceiros iniciais: o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), universidades públicas, entidades de classe, associações da sociedade civil organizada e startups. A cerimônia de apresentação será na Sala de Sessões da Primeira Turma, com a participação dos ministros Luiz Fux, presidente do STF, Edson Fachin, presidente do TSE, e entidades que participam da inciativa conjunta.

Eleições

No evento, será firmado termo de cooperação entre STF e TSE para fortalecer atividades voltadas à conscientização da ilegalidade e do caráter antidemocrático das práticas de desinformação. Para isso, serão difundidas, em seus canais de comunicação, informações corretas e serviços sobre as eleições gerais de 2022 e sobre o funcionamento do Judiciário.

Outra iniciativa, em parceria com a Rede Nacional de Combate à Desinformação (RNCD-Brasil), põe em marcha um Plano de Educação Midiática destinado a esclarecer o funcionamento das instituições. O foco é ajudar professores, alunos da rede de ensino fundamental, comunidades indígenas e quilombolas, e o público geral das redes sociais a não acreditar, e sobretudo, rebater as fake news.

Já as primeiras universidades parceiras – 15 estaduais e federais – desenvolverão pesquisas sobre o fenômeno da desinformação em diversas áreas de estudo, bem como projetos de extensão para além de combater notícias falsas com informações, esclarecer o que realmente é responsabilidade do STF. A parceria busca não apenas envolver os estudantes no combate à desinformação, mas envolver as comunidades alvo das ações de extensão.

Para os 200 anos da Independência, comemorados em setembro, o programa prepara em parceria com o Instituto Justiça e Cidadania o projeto Liberdades, que publicará um livro com artigos científicos sobre as 11 liberdades previstas na Constituição. Cada artigo será escrito pelos ministros e ministras do STF e o livro será convertido em uma cartilha ilustrada com desenhos em grafite, para distribuição em escolas de ensino médio, além de estar disponível em meios digitais.

Parceiros privados

Entre os primeiros parceiros privados, estão duas startups. A Positus Tecnologia da Informação e o STF, com apoio do WhatsApp, vão lançar um chatbot, com serviços diversos, como consulta processual e de jurisprudência, dúvidas frequentes e acesso facilitado a outras ferramentas já disponíveis no Portal do Supremo. Já com a Fasius Inteligência Jurídica, o STF terá acesso sem custos à detecção e análise de mensagens falsas no Twitter.

Fonte: STF

Macrodesafio - Fortalecimento da relação interinstitucional do Judiciário com a sociedade

The post Supremo apresenta parcerias para ações e projetos contra desinformação appeared first on Portal CNJ.

Outras Notícias

Portal CNJ

Justiça do Trabalho do Maranhão autoriza concurso público para servidores
02 de julho de 2022

No dia 20 de junho, o Pleno do Tribunal Regional do Trabalho da 16ª Região (TRT16) autorizou a realização de...


Portal CNJ

Tribunal do Pará implanta nova versão do PJe para integrar à Plataforma Digital
02 de julho de 2022

O Tribunal de Justiça do Pará (TJPA) vai disponibilizar, a partir de segunda-feira (4/7) a nova versão do sistema...


Portal CNJ

Tecnologia na Justiça garante transparência e acesso a direitos
02 de julho de 2022

A tecnologia ganha importantes funções na Justiça, passando pelo processos on-line até a reinserção social de...


Portal CNJ

Representantes de tribunais atualizam regras para sistemas de gestão de documentos institucionais da Justiça
01 de julho de 2022

Um grupo de trabalho formado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) com representantes de diferentes tribunais de...


Portal CNJ

Justiça julgou quase 200% a mais de casos de feminicídio em 2021
01 de julho de 2022

Quase 2 mil casos de feminicídio e de tentativa de assassinato de mulheres foram levados à julgamento em 2021, um...


Anoreg RS

Migalhas – Seminário online – Lei 14.382 e seus impactos no Direito Imobiliário (MP 1.085)
01 de julho de 2022

Migalhas realiza o evento sobre a aprovação da MP 1.085 e seus impactos no Direito Imobiliário.


Portal CNJ

Atuação do poder público é essencial para atendimento de autistas, apontam ativistas
01 de julho de 2022

O transtorno do espectro autista (TEA) não é uma doença, é uma hipersensibilidade aos estímulos do ambiente. A...


Anoreg RS

Arpen-Brasil promove live sobre mudanças em decorrência da lei federal 14.382/2022
01 de julho de 2022

A transmissão ocorrerá na segunda-feira (04), às 19h, no canal da Arpen-Brasil no Youtube


Anoreg RS

“Os cartórios têm a função de garantir a publicidade, autenticidade, segurança e eficácia dos atos jurídicos”
01 de julho de 2022

Assessor da Extrajud Consultoria, Leo Gomes de Almeida concedeu entrevista à Anoreg/RS para falar sobre a...


Anoreg RS

Alemanha quer simplificar mudança de gênero em documentos
01 de julho de 2022

Alemanha quer simplificar mudança de gênero em documentos - Nova estratégia do governo alemão deve facilitar...