(54) 2105-5678

NOTÍCIAS

09 DE MARçO DE 2020
Clipping – Serra Nossa – Portal reúne dados de todos Imóveis do RS para declaração do Imposto de Renda

Por meio do site www.cri-rs.com.br é possível localizar e acessar dados de registros de propriedades de todo o Estado

Pela primeira vez a população gaúcha poderá contar com um importante aliado na hora de fazer a declaração do Imposto de Renda neste ano. Exigidos pela Receita Federal no momento de preenchimento do IR, os dados de imóveis estão agora disponíveis em um único portal de serviços eletrônicos, o site www.cri-rs.com.br, onde é possível pesquisar bens, acessar a matrícula do imóvel ou mesmo pedir certidões pela internet.

Desde o ano passado são exigidas pela Receita Federal diversas informações sobre cada imóvel que o usuário possua, entre elas a data de aquisição, forma de pagamento, descrição, área total, unidade, número da matrícula – que é o registro original do imóvel – e o cartório onde a propriedade está registrada.

Lançada em outubro do ano passado, a Central de Registro de Imóveis do Rio Grande do Sul, administrada pelo Instituto de Registro Imobiliário do Rio Grande do Sul (IRIRGS), congrega a base de dados de todos os 228 Cartórios de Imóveis do Estado, possuindo um total de 6.986.518 milhões de matrículas de imóveis cadastradas.

“Com a Central, o cidadão agora tem a possibilidade de acessar todos os Cartórios de Imóveis do Rio Grande do Sul em um único endereço, proporcionando maior facilidade e comodidade ao usuário dos serviços, que não precisa se deslocar e nem pagar intermediários para obter seus documentos”, explica Denize Alban Scheibler, presidente do IRIRGS, que aponta ainda uma consequente economia ao cidadão.

Como fazer
Para obter estas informações o usuário deve acessar o Portal www.cri-rs.com.br e acessar o serviço de Matrícula Online. Por meio dessa ferramenta, é possível visualizar, de forma online, o registro original do imóvel, obtendo assim todas as informações para o correto preenchimento da declaração de Imposto de Renda.

Caso o cidadão não saiba onde está registrado seu imóvel, ele pode optar pelo serviço de Pesquisa de Bens, ferramenta que permite consultar toda a base de dados dos Cartórios de Imóveis do Rio Grande do Sul, mediante o preenchimento do nome do proprietário e/ou CPF do titular daquela propriedade.

O cidadão pode também optar por solicitar a certidão do imóvel em formato digital, baixando-a em seu computador em formato pdf, ou ainda em meio impresso, neste caso indicando em qual cartório deseja retirar o documento. O valor do serviço, assim como o de todos os demais disponibilizados na Central, é tabelado em todo o Estado do Rio Grande do Sul por lei estadual.

O prazo para a declaração de Imposto de Renda no Brasil começou na última segunda-feira (02.03), e vai até o dia 30 de abril. Para fazer a declaração o contribuinte pode fazer o download do programa gerador de Imposto de Renda, disponível no site da Receita Federal, ou solicitar o serviço diretamente a um contador. É importante lembrar que contribuintes que não fizerem a declaração ou a entregarem depois do prazo, terão que arcar com multa correspondente a 20% do valor devido.

IRIRGS
O Instituto de Registro Imobiliário do Rio Grande do Sul (IRIRGS) é a entidade de representação institucional e política dos oficiais de Registro de Imóveis do Rio Grande do Sul. O Instituto nasceu com a finalidade de contribuir para o aperfeiçoamento profissional, científico e jurídico de seus associados, bem como de aprimorar e modernizar as técnicas de registro. Sua criação deu-se em 24 de novembro de 2017, após a instituição do Operador Nacional do Registro de Imóveis Eletrônico (ONR), o qual necessita de uma associação representativa especificamente de Registro de Imóveis, tendo a finalidade de administrar a Central do Registro de Imóveis.

Fonte: Serra Nossa

Outras Notícias

Anoreg RS

13 DE MARçO DE 2020
CNJ – Seminário discute provimento do CNJ que combate corrupção e lavagem de dinheiro

Os resultados positivos do normativo foram exaltados na manhã desta quinta-feira (12/3) pelo corregedor nacional de...


Anoreg RS

13 DE MARçO DE 2020
CNJ – Ferramenta estimula colaboração no Judiciário

O Poder Judiciário agora conta com uma plataforma para congregar a comunidade de desenvolvedores dos diversos...


Anoreg RS

13 DE MARçO DE 2020
Painel final debate aplicações do Provimento 88 às especialidades de Protesto e RTDPJ

Participantes discutem mudanças internas necessárias para a correta aplicação da norma nacional que integra...


Anoreg RS

13 DE MARçO DE 2020
Coaf destaca a importância da integração dos Cartórios no combate à lavagem de dinheiro

A atuação das corregedorias na supervisão dos deveres da norma foi tema de Seminário realizado pelo CNJ e pela...


Anoreg RS

09 DE MARçO DE 2020
Em entrevista à RádioWeb, diretor de Comunicação do IRIRGS fala sobre a CRI/RS e o IRPF 2020

Clique aqui para ouvir.


Anoreg RS

09 DE MARçO DE 2020
Clipping – Serra Nossa – Portal reúne dados de todos Imóveis do RS para declaração do Imposto de Renda

Por meio do site www.cri-rs.com.br é possível localizar e acessar dados de registros de propriedades de todo o Estado.


Anoreg RS

09 DE MARçO DE 2020
Clipping – Jornal do Comércio – One Imóveis de Luxo mira na retomada do mercado de alto padrão

Mesmo no período de queda do setor da construção civil, o mercado de imóveis de luxo se manteve estável.


Anoreg RS

09 DE MARçO DE 2020
Artigo – Conjur – O princípio da boa-fé na Lei Geral de Proteção de Dados – Por Eduardo Tomasevicius Filho

A proteção de dados pessoais no Brasil tornou-se um dos assuntos que mais têm despertado interesse da comunidade...


Anoreg RS

09 DE MARçO DE 2020
Artigo – Conjur – Direito real de habitação do cônjuge supérstite: há possibilidade de limitá-lo? – Por Carolina Ramires de Oliveira

De acordo com o artigo 1.831 do Código Civil de 2002, o cônjuge sobrevivente, independentemente do regime de bens...


Anoreg RS

09 DE MARçO DE 2020
Clipping – Conjur – Especialista avalia prós e contras do acordo pré-nupcial nos EUA

Nos últimos tempos, a popularidade de acordos pré-nupciais para partilha de bens disparou nos Estados Unidos.